Prefeitura registra casos de furtos de cabos elétricos

Neste último fim de semana, diversos moradores da localidade de Cidade Beira Mar foram prejudicados pelos alagamentos. Isso porque, foram furtados cerca de 50 metros de cabos de energia (1x120mm2) que alimentam as bombas no piscinão da Rua Prefeito Jardim. Após constatação do furto na noite de sexta-feira, as equipes da Secretaria de Manutenção de Infraestrutura Urbana e Obras estiveram na instalação para tomar as providências e o caso foi solucionado no domingo, dia 18, quando as bombas voltaram a funcionar.

O técnico em eletrotécnica, Victor Rodrigues, explicou que no sábado as equipes entraram em ação para evitar novos ataques e reforçaram as entradas da instalação, colocando placas em portas e janelas e, no dia seguinte, trabalharam na parte elétrica.

“Na madrugada desta segunda-feira, houve uma nova tentativa de furto, mas não conseguiram nada. Toda a quantidade de cabos furtada foi suficiente para interromper a energia do sistema elétrico do local”, lembrou o técnico.

De acordo com secretário da pasta, Nilton Teixeira, o piscinão da rua Prefeito Jardim foi concebido com 10 milhões de litros de acumulação. Como a região fica abaixo do nível do mar, fica difícil o trabalho de drenagem do piscinão quando atinge sua capacidade, por isso, os cabos são importantes para alimentar as bombas e tirar toda a água.

Segundo dados da Secretaria de Obras, desde o mês de agosto de 2017, já foram furtados no município cerca de dois quilômetros de cabos de energia.

“Esses furtos só vem prejudicar a população do entorno. Todas as casas foram prejudicadas com as chuvas. Colocamos os equipamentos em funcionamento há um ano e as instalações precisam ser preservadas. Graças a toda a equipe conseguimos no menor tempo possível reforçar a segurança e colocar as bombas em sua normalidade”, destacou Nilton Teixeira.

O secretário pede o apoio da população. No caso de movimentos estranhos ou qualquer tipo de vandalismo na localidade, os cidadãos podem denunciar a Guarda Municipal de Rio das Ostras, através do 153 ou pelo telefone (22) 2760-6236.

http://www.riodasostras.rj.gov.br//noticia5680.html

%d blogueiros gostam disto: